Ordem dos Economistas

De criação recente – Julho de 1998 – a história da Ordem dos Economistas é já longa, nomeadamente pelo contributo dado à afirmação do economista na sociedade portuguesa.

Foi esta história que tornou possível que logo nas primeiras eleições dos seus corpos nacionais, pudessem ter votado 5.892 membros. E actualmente estejam inscritos na Ordem cerca de 10500 membros.

As primeira iniciativas remontam aos anos quarenta, mas foi com a criação da APEC – Associação Portuguesa de Economistas que os economistas encontraram um veículo importante da sua afirmação e dinamização.

A Ordem dos Economistas, associação profissional de direito público representativa dos licenciados na área da ciência económica, nasceu a 2 de Julho de 1998 com a entrada em vigor do DL n.° 174/98 de 27/6, a partir da transformação da Associação Portuguesa de Economistas – APEC.

Tendo como atribuição primeira, consignada no seu Estatuto “Reconhecer o título profissional de Economista aos titulares de licenciaturas na área da ciência económica”, a Ordem organiza a sua actividade no sentido da dignificação e do prestígio da profissão, tendo em conta as vertentes de valorização técnica e das funções ética e social da sua actividade.